PSORIERJ /DV


Fator social x Psoríase

O FATOR SOCIAL QUE ENVOLVE A PSORÍASE

Fator Social

A Psoríase tem um impacto físico na pele, mas também afeta os sentimentos, comportamentos e experiências das pessoas. É importante reconhecer e identificar os efeitos sociais da Psoríase para poder lidar com a doença.

Nem todas as pessoas reagem da mesma forma com relação a Psoríase. Algumas são capazes de lidar bem com os aspectos emocionais e sociais relacionados à doença, enquanto outras têm muitas dificuldades para entendê-las.

A Psoríase marca as pessoas. Os portadores de Psoríase são seres humanos diferentes dos outros porque sua pele é vista de forma diferente do normal da pele das outras pessoas. Algumas pessoas podem ser insensíveis ou ignorantes com relação a este fato, ou porque elas não sabem o que é porque não estão acostumadas a ver isso, ou ainda porque acham e têm medo que possam pegá-la também.

Há várias maneiras de lidar com essas reações e de se evitar que a doença e suas consequências possam afetar a estima de cada um.

O que é estigma?

É fácil identificar as diferenças. No caso dos portadores de Psoríase, a diferença está visível nas lesões presentes na pele, porém, a maneira como os outros respondem a essa diferença é a causa que cria o estigma. Para que se crie um estigma, basta que as pessoas associem as diferenças com quaisquer características indesejáveis.

No caso da Psoríase, uma dessas características pode ser o medo de ser uma doença contagiosa.

Após associar essa diferença como um rótulo de uma coisa feia, ruim, má, indesejável, as pessoas colocam os portadores de Psoríase, que possuem essas características visíveis, em um nível inferior. Por consequência disso, os que se enquadram rotulados neste grupo sofrem preconceito social e são discriminados de várias formas. Por exemplo, algumas pessoas podem não querer - ou “não se sentirem bem” - em freqüentar uma mesma academia de ginástica ou nadar em uma mesma piscina freqüentada por um portador de Psoríase, com lesões expostas e visíveis, mesmo até que saibam que Psoríase não é uma doença contagiosa!

Como as pessoas com Psoríase reagem?

É educando e divulgando O QUE É PSORÍASE que se contribui para que as pessoas também diminuam o estigma, o preconceito e a discriminação e que torne a doença mais aceitável socialmente.

Quais são outras emoções relacionadas com a doença?

Frustração

Ter psoríase pode gerar grandes sentimentos de frustração.

As pessoas podem não entender o porquê delas desenvolverem a doença ou mesmo o que a doença realmente é.

Há dificuldade de se encontrar alguém para conversar sobre Psoríase e, além disso, que simpatize com os desafios físicos e pessoais dos portadores dessa doença.

Pode-se levar muito tempo, com vários erros e acertos, até que se encontre um tratamento adequado que seja eficaz, isto porque existem vários tipos de Psoríase e vários tipos de tratamentos, “o que pode ser bom para alguns pode não funcionar para outros”.

As dores nas juntas decorrentes da artrite psoriásica também podem levar à frustração e a limitações físicas. A dor pode tornar as atividades do dia a dia difíceis, prejudicando a qualidade de vida, e algumas pessoas podem não ser capazes de entender essa limitação física do portador de Psoríase.

Emoções

Pessoas com psoríase podem se sentir tristes, desprezadas, culpadas, com raiva e baixa estima. O sentido de autovalorização pode ser afetado. Pessoas com artrite psoriásica podem se sentir culpadas fisicamente por não serem capazes de executar um trabalho simples como as outras pessoas normais fazem. Em muitos casos o turbilhão emocional pode levar à depressão e a ansiedade deve ser controlada.

É natural ter reações emocionais fortes com a Psoríase. Os sentimentos podem ir e vir, assim como os sintomas físicos também.

Uma das saídas é tentar encarar as diversas reações e trabalhá-las ao longo de seu curso direcionando-as a uma atitude positiva de esperança e de novas possibilidades.

Como lidar com os aspectos emocionais

Adaptação do texto traduzido por Vini.
Fonte: National Psoriasis Foundation
Link: www.psoriasis.org


VOLTAR - MENU INICIAL